Transplante de Córnea

A córnea é uma estrutura transparente que se localiza na parte mais anterior dos olhos e funciona como uma lente de 40 dioptrias, convergindo os raios de luz para a retina.

Devido a doenças ou lesões, a córnea pode se tornar opaca, prejudicando o foco e a passagem da luz.

O transplante de córnea é a mais comum modalidade de transplante de tecidos. Nos Estados Unidos são feitos cerca de 35.000 transplantes de córnea por ano, com sucesso de 90% em casos de bom prognóstico. No Brasil, o número de transplantes é ainda pequeno (mais ou menos 3.000/ano).

Como é feito o Transplante de Córnea?

Um transplante pode ser indicado pelo oftalmologista onde a córnea doente é substituída por outra transparente doadora. Este procedimento cirúrgico e delicado consiste na remoção da córnea com um instrumento cirúrgico circular, o trépano, e a colocação e sutura da córnea doadora nesta abertura.

Procedimentos combinados podem ser realizados ao transplante como cirurgia de catarata, glaucoma e retina.

O transplante de córnea é atualmente uma cirurgia bastante segura, embora o seu sucesso dependa ambos, da técnica cirúrgica e do pós-operatório pois, faz-se necessário um cuidadoso acompanhamento, com remoção dos pontos no momento correto.

Cuidados no pós-operatório

Após a cirurgia o olho é protegido por uma lente gelatinosa terapêutica, tornando necessário o uso de tampão ocular.

Deve-se tomar certos cuidados comuns aos pós-operatórios de qualquer cirurgia ocular, como esfregar os olhos ou tocá-los com mãos sujas e exposição ao vento ou sol forte.

A medicação necessária será receitada pelo oftalmologista responsável pela cirurgia.

Contatos

R. Cap. Souza Franco, 95 - Batel, Curitiba - PR, 80730-420
(41) 3015-6222
(41) 3233-0222

Envie uma mensagem

Cadastre-se

Cadastre seu email e receba nossa newsletter